magazinedmtech

domingo, 6 de março de 2011

LITURGIA DA PALAVRA da MISSA DO 9º DOMINGO COMUM (06 de março de 2011)

Estamos diante de uma escolha: a benção ou a maldição. A benção significa fazer a opção pela palavra de Deus. É depositar nela nossa confiança e acreditar que o Senhor é rocha protetora para nós.

1ª LEITURA (Dt 11, 18, 26-28, 32)

Leitura do Livro do Deuteronômio - Moisés falou ao povo, dizendo: "Incuti estas minhas palavras em vosso coração e em vossa alma; amarrai-as como sinal em vossas mãos e colocai-as como faixas sobre a testa. Eis que ponho diante de vós bênção e maldição: a bênção, se obedecerdes aos mandamentos do Senhor vosso Deus, que hoje vos prescrevo; a maldição, se desobedecerdes aos mandamentos do Senhor vosso Deus e vos afastardes do caminho que hoje vos prescrevo, para seguirdes outros deuses que não conheceis. Tende, pois, grande cuidado em cumprir todos os preceitos e decretos que hoje vos proponho". - Palavra do Senhor.

AS: Graças a Deus!

Salmo Responsorial 30 (31)

Senhor, eu ponho em vós a confiança: / sede uma rocha protetora para mim! 

1. Senhor, eu ponho em vós minha esperança; / que eu não fique envergonhado eternamente! / Porque sois justo, defendei-me e libertai-me; / apressai-vos, ó Senhor, em socorrer-me!
2. Sede uma rocha protetora para mim, / um abrigo bem seguro que me salve! / Sim, sois vós a minha rocha e fortaleza; / por vossa honra oriertai-me e conduzi-me!
3. Mostrai serena a vossa face ao vosso servo / e salvai-me pela vossa compaixão! / Fortalecei os corações, tende coragem, / todos vós que ao Senhor vos confiais.

2ª LEITURA (Rm 3, 21-25a.28)

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos. - Irmãos, agora, sem depender do regime da lei, a justiça de Deus se manifestou, atestada pela lei e pelos profetas; justiça de Deus que se realiza, mediante a FÉ em Jesus Cristo, para todos os que têm a FÉ. Pois diante dessa justiça não há distinção: todos pecaram e estão privados da glória de Deus, e a justificação se dá gratuitamente, por sua graça, em virtude da redenção realizada em Jesus Cristo. Deus destinou Jesus Cristo a ser, por seu próprio Sangue, instrumento de expiação mediante a realidade da FÉ. Com efeito, julgamos que o homem é justificado pela FÉ, sem a prática da lei judaica - Palavra do Senhor.

As: Graças a Deus!

EVANGELHO (Mateus 7, 21-27)

PR: O Senhor esteja convosco!
AS: Ele está no meio de nós!
PR: Proclamação do Evangelho de + Jesus Cristo segundo Mateus.
AS: Gloria a Vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: "Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor' entrará no reino dos céus, mas o que põe em prática a vontade de meu Pai que está nos céus. Naquele dia, muitos vão me dizer: 'Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos? Não foi em teu nome que expulsamos demônios? E não foi em teu nome que fizemos muitos milagres?' Então eu lhes direi publicamente: 'Jamais vos conheci. Afastai-vos de mim, vós que praticais o mal'. Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram contra a casa, mas a casa não caiu, porque estava construída sobre a rocha. Por outro lado, quem ouve estas minhas palavras e não as põe em prática é como um homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos sopraram e deram contra a casa, e a casa caiu, e sua ruína foi completa!" - Palavra da Salvação.

AS: Glória a Vós, Senhor!
PR: Que as Palavras do Evangelho perdõe os nossos PECADOS!
AS: AMÉM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário