magazinedmtech

segunda-feira, 12 de março de 2012

Ter medo sem alimentar a desesperança é uma dádiva que devemos cultivar nos nossos frágeis corações...


É uma pena que não podemos ficar alegres perpetuamente... E quando se tem Transtorno Afetivo Bipolar e Síndrome de Asperger a alegria nem sempre é um sentimento sincero... Mas, às vezes, o coração reage o suficiente para permitir uma percepção mais clara daquilo que o cérebro faz questão de esconder atrás do véu nebuloso da doença.

Autor do Texto: Denio Medeiros de Araújo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário