magazinedmtech

domingo, 6 de março de 2011

PREPARAÇÃO PARA A FESTA DE SÃO JOSÉ (DE 10 À 19 DE MARÇO DE 2011): A ARDENTE CARIDADE DE SÃO JOSÉ.

São José segurando carinhosamente o Menino Deus.

Jesus ao conferir a Pedro o governo da Igreja, pergunta-lhe se ele O ama mais que os outros, com efeito, o AMOR é a fonte, a regra e a lei de toda verdadeira vida. Não são as obras que contam diante de Deus, mas é unicamente o AMOR que vale. AMAR e amar perdidamente a Deus é a única coisa que nos cabe fazer nesta vida. Podemos, pois, imaginar qual teria sido o imenso AMOR de São José para com Deus. Vivia abismado na contemplação do Senhor. Foi tão intenso e ardente seu AMOR para com Deus, que depois de Maria, ninguém amou mais a Deus do que ele.
Em Nazaré, o menino Deus agia sobre a alma de seu pai adotivo por todos os meios: pelo olhar, pelo sorriso filial, pelas palavras, pelas carícias inocentes. Que incêndio de AMOR, diz Santo Afonso, irrompia no coração de José quando trazia em seus braços o adorável Menino e o apertava ao coração, ou quando o via crescer diante de seus olhos!
Os dois discípulos de Emaús sentiram-se abrasados de AMOR DIVINO, nos poucos momentos que acompanha o Senhor - Não é verdade, diziam entre si, que nosso coração ardia dentro de nós, enquanto Ele nos falava? Que devemos pensar da intensa caridade que se desenvolveu no coração de São José, durante os trinta anos que passou na companhia do Filho de Deus, ouvindo as palavras que saíam de sua boca, e observando seus divinos exemplos?
Que expansões de puríssima ternura brotavam de sua alma santa? Que ardentíssima caridade abrasava seu coração?
Os maiores tesouros que Deus possuía na terra, Jesus, seu Filho dileto, e Maria sua Mãe, foram confiados a José. Constituiu-o chefe de sua família, senhor de seus bens. Deu-lhes os direitos inerentes a esse encargo.
Ó Jesus, dai-me a ardente caridade de São José, e nada mais restará a desejar sobre a terra.

Autor Conhecido: Santo Cura de Ars.

Nenhum comentário:

Postar um comentário